FANDOM


Zumbis são humanos infectados com o T-VírusC-Vírus ou o A-Vírus. Em Resident Evil, são os clássicos “mortos-vivos” que se alimentam de carne humana.

Zumbis do T-Vírus

O T-vírus é transmitido a grandes populações humanas de diversas formas, como fontes de água contaminada, contato com animais infectados (como roedores, corvos, cães) e contato com outros seres humanos infectados. A forma de infecção mais conhecida é a mordida, fazendo com que o vírus presente na saliva dos infectados entre em contato com a corrente sanguínea de um novo hospedeiro; mas no caso de Raccoon City, acredita-se que a água potável foi contaminada, infectando grande parte da população.

Embora não seja considerada uma arma biológica, o zumbi foi estudado em Arklay por Albert Wesker e William Birkin, que chegaram a considerá-lo como uma arma em potencial, devido à sua habilidade de causar infecção em grandes populações. A grande vantagem do T-vírus, nesse caso, é que, ao contrário de outros vírus mortais, como o Ebola, o infectado não se mantém debilitado o tempo todo e pode continuar vagando enquanto contamina outras vítimas. Considerando danos populacionais, somente 10% dos seres humanos do planeta seriam naturalmente imunes ao T-vírus e não se transformariam em zumbis. Diversos estudos em Arklay buscaram minimizar essa faixa, mas com pouco sucesso. O foco do projeto então foi modificado, buscando uma arma biológica com grande capacidade de combate, e não apenas de espalhar o T-vírus.

Quando humanos entram em contato com o T-vírus, o DNA começa a sofrer mutações e adoecem, ganhando uma aparência grotesca. Há prejuízos na inteligência, além da deterioração da pele e dos músculos. O sangue tende a coagular, principalmente na periferia do corpo. Todas as funções mentais conscientes são perdidas, inclusive a capacidade de sentir dor. No início da infecção, o T-vírus parece provocar alterações na pele, causando coceira e bolhas em algumas regiões. O quadro progride para febre alta e suor excessivo. Antes da transformação definitiva para zumbi, algumas partes do corpo podem começar a entrar em necrose severa. Pouco antes da infecção a febre pode cessar, mas a capacidade mental dos infectados começa a declinar, até que comecem a apresentar o comportamento final de um zumbi.

O zumbi é guiado apenas pela necessidade de se alimentar, já que o vírus promove um grande aumento no metabolismo. O metabolismo acelerado causa uma fome exacerbada, e esse comportamento é o grande responsável pela transmissão de vírus para outros hospedeiros. Para absorver a carne humana, o estômago deles estoca uma enorme quantidade de secreções ácidas digestivas. Inclusive, alguns usam essas secreções para atacar suas vítimas. A fome voraz faz com que os zumbis não sejam impedidos de sua busca por carne nem mesmo por ferimentos sérios, como a perda de membros ou o danos em partes vitais do corpo. Isso também se deve à incapacidade de sentir dor. No entanto, a cabeça é um ponto fraco: a destruição do encéfalo é capaz de por fim à “vida” dessas criaturas.

O T-vírus causa alterações progressivas e negativas ao zumbi. Como há uma grande necrose na pele e no sistema muscular, o zumbi pode chegar ao ponto de não conseguir mais caminhar ou manter-se de pé, tendo que se arrastar para buscar alimento. O metabolismo acelerado dos zumbis e a falta de comida pode gerar transformações severas. A falta de carne humana pode levá-los a alimentarem-se uns dos outros. A fome prolongada e a falta de alimento disponível também pode causar a transformação de zumbis em Lickers. Estes foram encontrados inicialmente pelos policiais da R.P.D, e são criaturas mais ágeis e vorazes que os zumbis, com o crescimento de garras, grande desenvolvimento muscular, perda da visão e o crescimento de uma enorme língua. Durante o incidente na Mansão Arklay, foi reportada outra variante do zumbi. Caso um zumbi fosse incapacitado mas não tivesse a cabeça destruída, era necessário carbonizá-lo para evitar o processo de V-ACT e a transformação em Crimson Head, uma espécie de zumbi mais voraz e ágil, que apresenta um metabolismo explosivo, permitindo que eles corram em busca de alimento.

A grande infecção em Raccoon City que promoveu a transformação de milhares de habitantes em zumbis foi causada por uma soma de fatores. O incidente na Mansão Arklay em maio de 1998 também fez com que o T-vírus se espalhasse pela floresta nos arredores da cidade, infectando animais e causando a morte de vítimas que buscavam lazer nas áreas arborizadas ou nas montanhas. Outras causas podem ser apontadas, como a contaminação de fontes de água potável pela má administração das centrais de manejo de material infectado da Umbrella. De fato, a causa mais determinante pode ter sido o vazamento de T-vírus diretamente nos esgotos da cidade, durante o atentado a William Birkin em setembro de 1998, fazendo com o que o T-vírus contaminasse a água e infectasse roedores que carrearam a infecção para as ruas da cidade.

Além do incidente em Raccoon City, o T-vírus também foi o causador de infecções em massa na Ilha Sheena, Ilha Rockfort, Província de Amparo e no Aeroporto de Harvardville.

Variações

Policial Zumbi (Police Zombie): Esses zumbis uniformizados eram policiais da R.P.D. Seus números eram fartos porque muitos oficiais foram mobilizados para conter os saques que aconteceram nas ruas, causados pela “doença canibal”. Muitos deles também eram encontrados dentro da delegacia, devido às ações de Brian Irons.

“Zumbi de Shortinho” (Female Zombie): A mais famosa das zumbis, esta usa pouca roupa devido aos dias quentes em Raccoon City, revelando vários machucados e mordidas em seu corpo.

Zumbi do Cemitério (Graveyard Zombie): São pessoas declaradas como mortas após serem infectados pelo T-vírus na Ilha Rockfort e em Raccoon City, mas sofreram transformação mesmo após serem enterrados.

Prisioneiro Zumbi (Prisioner Zombie): Esses zumbis eram prisioneiros confinados na Ilha Rockfort. A cabeça raspada é a mais marcante de suas características.

Pesquisador Zumbi (Personnel Zombie): Esses zumbis foram infectados com o T-vírus enquanto trabalhavam na mansão e no complexo de pesquisa de Arklay. Alguns deles deixaram cartas para familiares e amantes, como Martin Crackhorn e John. Muitos pesquisadores morreram em Arklay não somente pelo vazamento do T-vírus, mas porque foram impedidos de deixar as instalações.

Zumbi da Cidade (Town Zombie): Os cidadãos de Raccoon City foram infectados com o T-vírus através da transmissão causada pelos roedores. Esses zumbis também compreendem pessoas de fora da cidade, que vieram assistir a um jogo de futebol.

Edward Zumbi (Edward Zombie): Um membro da equipe Bravo, enviada para investigar a zona da Floresta de Raccoon City. Foi atacado por monstros na floresta e se tornou um zumbi. Edward foi encontrado por Rebecca Chambers no Ecliptic Express, pouco antes de o trem descarrilar.

Forest Zumbi (Forest Zombie): O homem responsável pelo equipamento da equipe Bravo, Forest Speyer, que foi morto e se transformou em um zumbi na Mansão Arklay.

Zumbi Nu (Naked Zombie): Encontrado no complexo de pesquisa em Arklay, acredita-se que estes zumbis foram, um dia, cobaias de experimentação com o T-vírus.

Zumbi Aperfeiçoado (Improved Zombie): Esses podem ser encontrados vagando no laboratório de pesquisa subterrâneo, em Raccoon City. Eles são o produto do desenvolvimento e testes de armas biológicas, e, portanto, são mais fortes que os outros zumbis.

Zumbi em Treinamento (Trainee Zombie): Antes de se tornar zumbis, esses homens estavam treinando para as Forças Especiais da Umbrella na Ilha Rockfort. Como resultado do treinamento, seus músculos não se degradaram tanto quanto os dos outros zumbis, e eles aguentam mais danos. Alguns podem até carregar armas consigo.

Funcionário Zumbi (Worker Zombie): Zumbis desse tipo são comumente encontrados na Ilha Rockfort ou na Base na Antártida. Acredita-se que eles eram trabalhadores encarregados de organizar cargas. Dependendo da sua localização, a cor de seus uniformes pode variar.

Guarda Zumbi (Guard Zombie): Esses zumbis são encontrados no Centro de Treinamento da Ilha Rockfort e na Base na Antártida. Eles eram guardas leais à família Ashford. Usam coldres na cintura, mas são incapazes de usar armas.

Zumbi Empregado de Wesker (Wesker Subordinate Zombie): Esses zumbis são membros da unidade de forças especiais misteriosa (HCF), supervisionada por Wesker. Alguns deles têm dinamites acopladas ao corpo, e são separadamente classificados como Zumbis Bomba.

Zumbi Parasitado (Parasite Zombie): Esses zumbis vagam com larvas parasitárias depositadas por mariposas em seus abdomens. Sua aparência é idêntica a dos Funcionários Zumbis encontrados no Complexo de Pesquisa da Antártida, mas as larvas se soltam de seus corpos quando um humano se aproxima.

Doutor Zumbi (Doctor Zombie): Esse zumbi trabalhava na prisão na Ilha Rockfort, fazendo autópsias. Ele é consideravelmente mais rápido e resistente que os outros zumbis.

Pai Zumbi (Father Zombie): Essa criatura é o resultado de um experimento falho da tentativa de fundir o vírus T-Veronica ao pai de Steve Burnside. Como qualquer outro zumbi, ele tem pouca inteligência e atacou seu próprio filho.

Zumbi de Javier (Javier Zombie): Zumbi encontrado na Vila de Amparo. Zumbis que foram vistos em Mixcoatl. Estes eram pessoas de se voltaram contra Javier, a quem ele capturou e transformou em zumbis. Javier puniu as pessoas e as tornou exemplos ao injetar o T-Virus e fazendo com que servissem como “cães de guarda” em sua mansão. Aparentemente, há alguns que foram colocados em um estado de animação suspensa artificial, e ficaram mais rápidos e ferozes por indução da reação V-ACT. Eles geralmente são mantidos acorrentados, mas quando um inimigo está nos arredores, são liberados.

Funcionário da Barragem (Dam Worker Zombie): São ex-trabalhadores que faziam a manutenção da barragem de Javier. Eles foram levados pela água quando esta foi liberada e, em seguida, atacados pelos zumbis de Javier.

Zumbi da Vila (Villager Zombie): Estes zumbis são habitantes da vila costeira, Mixcoatl. Eles foram atacados e infectados pelos zumbis liberados por Javier.

Zumbi Verde (Green Zombie): São muito semelhantes aos outros zumbis, mas apresentam uma espécie de fusão com plantas e o desenvolvimento de vinhas que podem ser usadas para atacar vítimas.

Marvin Branagh: Um dos policiais do Departamento de Polícia de Raccoon City. Marvin acabou se tornando um zumbi após o ataque das criaturas à delegacia.

Brad Vickers: Brad Vickers era um membro do S.T.A.R.S. que se tornou um zumbi após ter sido infectado por Nemesis.

Zumbi Bomba (Bomb Zombie): Estes zumbis carregam bombas em seus capacetes que podem ser detonadas caso sejam atingidas por balas. Foram enviados ao Hospital Geral de Raccoon City por Nicholai Ginovaef, criando uma armadilha para a Wolfpack.

Zumbi Parasitado (Parasite Zombie): Zumbi infectado pelo parasita NE-Beta, tornando-o mais ágil, voraz e violento.

EXTRA: Wesker Zumbi (RE1 Sega Saturn): Albert Wesker pode ser visto na forma “zumbi” em um easter egg no Battle Game de Resident Evil para Sega Saturn.[/toggle]

Zumbis do C-Vírus

Resultados da infecção de seres humanos de forma indireta pelo C-Vírus, essa nova forma de zumbis apareceu em Tall Oaks e em Lanshiang na China. Os hospedeiros tornam-se zumbis após inalar um gás arroxeado contendo o C-vírus. Assim como acontece com o T-Vírus, seres que forem mordidos por hospedeiros já infectados também podem sofrer mutações.

Em essência, são quase iguais aos zumbis do T-Vírus, porém algumas particularidades ocorrem, como a imediata perda da coloração da pele, que também fica mais frágil e “quebradiça”. Outra característica é que os olhos dos zumbis de C-Vírus geralmente ficam com colaração amarela ou verde claro. Zumbis de C-Vírus que apresentam olhos vermelhos podem sofrer processo mutacional e transformar-se em Bloodshots, que são seres muita mais agressivos, rápidos e mortais.

Os zumbis do C-Vírus apresentam capacidade física e intelectual superior aos do T-Vírus, tendo a capacidade de correr pequenos percursos, assim como manejar alguns objetos simples como facas, machados, tacos de madeira e garrafas para atingir as suas presas. Alguns zumbis “atiradores” foram vistos em Tall Oaks e Lanshiang, tratam-se de pessoas que estavam armadas no momento da infecção, e após transformarem-se em zumbis, fazem uso irracional/instintivo das armas de fogo.

Zumbis do A-Vírus

Esses zumbis são um novo tipo criado quando um ser humano está infectado com o A-Vírus criado por Gleen Arias

Após a infecção com o ''Vírus Gatilho'' (geralmente sob a forma de um gás), as veias do corpo da vítima rapidamente se tornam descoloridas e começa a reação na pele. Eles também podem sofrer uma perda de íris que faz com que seus olhos se tornem brancos e, em outros casos, ficam vermelhos.

Os zumbis infectados com vírus A não atacarão qualquer pessoa inoculada com o "vírus de desativação", permitindo que eles distinguissem seus aliados de inimigos. Tornando-os uma biologia mais eficaz, e obtendo-lhes mais atenção no mercado negro.

Esses zumbis tem uma inteligência superior àqueles criados pelo C-Vírus ou T-Vírus.

O comportamento deles é o de uma tendência "típica zumbi", agressão aumentada, perda de cognição, etc.

A característica mais marcante do zumbi do A-Vírus é o fato de que a vítima zombificada pode ser revertida / curada de seu estado zumbi de volta a um ser humano normal. Isso também pode indicar que esses zumbis não estão de fato mortos, mas só estão sendo afetados pelo vírus enquanto ainda estão vivos. No entanto, outros zumbis mais decompostos na mansão de Arias indicam que a janela para reverter o processo é limitada. E que acabará se tornando irreversivelmente mortos-vivos.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.