FANDOM


A TRICELL Inc. tem sua origem ligada a Travis Trading Enterprises, fundada no século 19. Ela era composta por três (TRI) grandes departamentos (CELL): o transporte marítimo, pesquisa e desenvolvimento, e indústria farmacêutica. A divisão farmacêutica era integrande da Federação das Companhias Farmacêuticas. E no início do século 21, a empresa foi responsável pelo desenvolvimento do vírus Uroboros, graças a aliança entre Albert Wesker e Excella Gionne.

O início como Travis Trading

FINAL DO SÉCULO XIX ATÉ DÉCADA DE 1960

Fundada no século 19 sob o nome de Travis Trading, a TRICELL era apenas uma empresa de transporte marítimo criada por Thomas Travis, um comerciante europeu. A empresa acabou se expandindo rapidamente, levando suas atividades também para a Ásia, o que trouxe um grande aumento dos lucros, e fez com que a Travis se descasse no mercado.

Henry Travis, o irmão mais novo Thomas, partiu para explorar África e isso futuramente se ligaria ao destino da Travis Trading. Henry fez inúmeras pesquisas e observações no continente africano e como resultado de sua expedição escreveu  “O Estudo da História Natural”, uma impressionante obra de 72 volumes que trazia um profundo estudo de insetos, animais, botânica, minerais, geologia da África, assim como observações sobre os habitantes do local, desde seu modo de vida, costumes, comportamento, cultura e origem histórica. O livro de Henry ficou rapidamente conhecido como “A Enciclopédia Africana Definitiva”.

Pouco após a publicação de O Estudo da História Natural, muitos começaram a descreditar o trabalho de Henry, afirmando que o conteúdo do livro era fictício, pois era muito mais elaborado do que tudo que havia na época, e também porque poucas pessoas tiveram acesso ao trabalho. Desesperado e desapontado com os comentários acerca de sua grande obra, Henry faleceu pouco tempo depois acreditando que os rumores sobre a veracidade e autenticidade dos relatos em seu livro, foram espalhados na verdade por seu irmão Thomas.

Com base nas informações contidas no livro, a Travis Trading começou a exploração de recursos minerais em solo Africano, isso ocorreu no final do século 19 e levou a descoberta de minas com grande quantidade de metais raros, além de fontes de petróleo e gás natural, o que garantiu grandes lucros para a empresa. Para poder focar melhor na exploração desses recursos, uma nova divisão da Travis foi fundada, e mais tarde ela se tornaria a Divisão de Desenvolvimento de Recursos da TRICELL.

Na primeira metade do século 20, a Travis Trading fincou raízes na África e começou também a fazer pesquisas com animais e plantas, sempre utilizando as informações publicadas por Henry no Estudo da História Natural. Essas novas pesquisas, levaram a Travis a começar o desenvolvimento de medicamentos e drogas, e mais uma vez foi fundada uma divisão especial na Travis, que mais passaria a ser a Divisão Farmacêutica da TRICELL.

Já nos anos 1960, a Travis Trading Enterprises se fundiu com as divisões de pesquisa de pesquisa de recursos naturais e farmeacêutica, formando assim a TRICELL, que foi batizada desta maneira por ser o resultado da união dessas três divisões da Travis. Cada uma das divisões possuia seus próprios recursos financeiros e atuava de maneira independente. Dessa forma a TRICELL estabeleceu diversos escritórios ao redor do mundo, tornando a empresa uma força Global pouco tempo após a sua fundação.

Consolidação

2003 – 2004

Em 2003, a maior compania farmacêutica do mundo, a Umbrella Corporation foi a falência devido a inúmeros fatores. Logo após o ocorrido, Excella Gionne, uma ambiciosa funcionária da TRICELL, resolveu se aproximar de um brilhante ex-funcionário da Umbrella: Albert Wesker. Os interesses de Excella em Wesker, iam desde seu talento na produção de agentes biológicos e também em sua personalidade. Essas duas características de Wesker eram vistas por Excella como a chave para a produção de BOWs por parte da TRICELL. Após a aliança entre os dois Excella rapidamente cresceu dentro da empresa, levando-a a posição de Gerente Regional da filial africana.

A queda da Umbrella, acabou resultando em uma enorme corrida no mercado de BOWs, e a TRICELL foi a principal beneficiada disso, consigo se expandir e tornar-se uma compania ainda maior e mais poderosa do que antes. Isso também aconteceu graças a atuação de Ricardo Irving, que era o responsável por vender as BOWs da TRICELL no mercado negro, o desempenho de Irving rendeu lucros exorbitantes, garantindo assim os fundos necessários para o desenvolvimento do mais ousado projeto da TRICELL: o Uroboros.

Alianças e aquisições

2004 A 2005

Em 2004, Excella começou uma série de alianças importantes para a TRICELL. Em uma delas, dava suporte a um grupo de pesquisadores no desenvolvimento de uma nova arma viral, o T-Abyss, em contrapartida, a TRICELL iria ser responsável por negociar o vírus no mercado negro, para obtenção de lucros. Excella contou com a ajuda de Morgan Lansdale, assessor da Federação das Empresas Farmacêuticas, e pediu que ele abandonar os três navios de cruzeiro apreendidos pelo governo dos EUA  e que pertenciam a uma subsidiária da Umbrella, a Paraguas. Estes três navios continham instalações secretas da equipe de desenvolvimento do T-Abyss, e uma vez abandonados e longe dos radares, poderiam ser utilizados tanto para o desenvolvimento como para os testes com as BOWs provenientes do novo vírus.

No ano seguinte, Landsdale traiu a TRICELL se recusando a entregar amostras do T-Abyss para Excella, porém, ele foi preso sob uma série de acusações, e dois agentes duplos – Jessica Sherawat e Raymond Vester – da TRICELL que trabalhavam infiltrados na BSAA e no FBC conseguiram entregar a Excella amostras do vírus.

Ainda em 2005, a TRICELL comprou a companhia farmacêutica WilPharma, e conseguiu recuperar uma amostra do G-Vírus nos escombros de um laboratório da empresa, onde o corpo de Curtis Miller foi encontrado.

Após o incidente envolvendo Lansdale, A TRICELL se tornou um dos principais patrocinadores da BSAA, Como resultado, a empresa foi extremamente influente na pressão sobre o quartel-general da BSAA, fazendo com que investigações e ações  fossem sempre de acordo com os seus interesses, deixando assim, o caminho livro para a pesquisa e desenvolvimento de novas armas virais e BOWs.

Uroboros

2006 – 2009

Albert Wesker vinha realizando uma série de pesquisas e testes com alguns vírus já descobertos/criados, e viu a necessidade de recorrer ao “vírus mãe”, o Progenitor, para assim dar prosseguimento ao desenvolvimento de uma nova arma viral, o Uroboros. Em 2006, ele sugeriu que Excella usasse sua influência dentro da TRICELL para reabrir a base Africana da Umbrella, como um meio de ter acesso ao cultivo da flor Sonnentreppe e por consequência ao Vírus Progenitor. O objetivo do Uroboros, era induzir a raça humana a passar por uma seleção artificial, onde somente os mais fortes e adaptados sobreviveriam a infecção pelo vírus, criando assim uma raça de super-humanos. Além do apoio de Excella, Wesker ainda contou com a contribuição de Ricardo Irving, que contribuiu com recursos financeiros provenientes do mercado negro de BOWs.

Após anos de desenvolvimento, Wesker conseguiu criar o Uroboros graças a fusão de Las Plagas tipo 2 com o vírus Progenitor. Uma vez criado, os recursos da TRICELL foram usados para produzir uma grande quantidade do vírus, o que seria suficiente para Wesker pulverizar a atmosfera terrestre com ele, contaminando assim toda a população do planeta.

Em 2009, antes de colocar o tipo de variante 2 e 3 de Las Plagas no mercado negro, Irving realizou um teste/demonstração em Kijuju, na África. Para assegurar de assegurar que os produtos satisfizessem seu cliente, ele contaminou membros da tribo Ndipya com o tipo 3 da Plaga. Isso porém, levantou uma série de suspeitas e desencadeou uma investigação da BSAA no local. Irving passou a ser procurado pela organização, e para tentar impedir o avanço das tropas, ele contaminou habitantes de uma vila em Kijuju com o tipo 2 da Plaga, o que acabou retardando o avanço das investigações, mas não impediu Chris Redfield e Sheva Alomar de capturá-lo, sendo obrigados a matar Irving, que injetou a si próprio com a Plaga transformando-se em uma enorme e perigosa BOW.

Através de rastros deixados por Irving, foi descoberta sua relação com a TRICELL e por consequência com Excella que levou diretamente a Albert Wesker. Chris e Sheva passaram então a tentar a captura dos dois, e acabaram descobrindo inclusive que Jill Valentine, ex-parceira de Chris e que foi dada como morta anos antes, estava viva e sob controle de Wesker graças a um composto químico que impedia que ela agisse de livre vontade.

Após um combate contra Chris e Sheva conseguem libertar Jill do controle de Wesker e partem atrás de Wesker para impedir o seu plano de saturação global com o Uroboros. A dupla da BSAA entra em um cargueiro onde estavam os instrumentos necessários para lançar o Uroboros na atmosfera. Wesker, descontrolado, infecta Excella com o vírus, e ela se ressente pois acreditava que os dois juntos seriam os deuses de uma nova raça de humanos, mas ao sofrer mutações descontroladas, Excella acaba provando que não era um ser capaz de suportar o Uroboros, pertencendo assim a parcela “fraca” dos seres humanos. Transformada em uma enorme aberração, Excella acaba morta por Chris e Sheva, que partem para impedir Wesker de executar seus planos.

No deck do cargueiro, a dupla de agentes tem uma luta corpo-a-corpo contra Wesker, e acabam enfraquecendo o vilão injetando em excesso um composto que ele usava para controlar seus poderes sobre-humanos. Ainda assim, ele consegue embarcar em um avião com diversos mísseis contendo o Uroboros, mas Chris e Sheva também embarcam na aeronave, e mais uma vez um confronto físico entre eles faz o avião perder o controle e cair em um vulcão. Wesker se funde ao Uroboros e persegue os dois agentes pelo vulcão, porém, graças ao auxílio de Jill e Josh Stone em um helicóptero, eles conseguem derrotar de vez Wesker, e os mísseis com o Uroboros acabam sendo consumidos pela lava do vulcão.

Apesar disso, após a morte de Wesker e de Excella, as consequências de seus atos e da produção de armas virais sobre a TRICELL são desconhecidas.

Laboratórios e filiais

A TRICELL possui filiais espalhadas em praticamente todos os continentes. Não se sabe exatamente qual a atuação e o que cada uma das filiais produz, entretanto, as mais notáveis são?

Filial Africana – responsável pelo desenvolvimento do projeto Uroboros e também na produção de BOWs, como o Ndesu e o Popokarimu – vendidos a terroristas locais.

Filial Européia – a principal base administrativa da empresa, local onde Excella começou a trilhar seu caminho e foi responsável pelo contato com Morgan Landsdale, Jessica Sherawat e Raymond Vester do FBC, que auxiliaram operacionalmente nos testes com o vírus T-Abyss.

Além dessas filiais, a TRICELL também conta com unidades na América, Oriente Médio e Ásia.

Pessoas notáveis

Thomas Travis – fundador da Travis Trading, empresa que deu origem a TRICELL. Ganancioso e ambicioso, fez com que o trabalho de seu irmão Henry fosse desacreditado pelo meio científico, unicamente para poder fazer uso de sua obra sem interferência ou concorrência de outras pessoas.

Henry Travis – irmão mais novo de Thomas, viajou a África e após muito tempo de estudo e observações, escreveu a grande obra Estudo da História Natural, que continha informações de fauna, flora, geologia e um estudo social da Áfria. Graças a intervenção de seu irmão Thomas, teve sua obra descreditada no meio científico, o que o levou a profunda depressão e posteriormente a morte.”

Excella Gionne – ambiciosa, não poupou esforços para chegar ao topo. Fez alianças com membros de índole duvidosa do FBC para testes com o vírus T-Abyss, e se aliou a Albert Wesker para produzir o Uroboros, projeto que deu a Excella um cargo de chefia na divisão Africana da empresa. Acabou morta graças a sua ambição.

Ricardo Irving – negociante do mercado negro que se aliou a Excella e a TRICELL, trazendo grandes lucros a empresa negociando alguma das BOWs produzidas pela empresa.

Albert Wesker – após sair da Umbrella e ajudar a acabar com a empresa, Wesker buscava uma maneira de se tornar um Deus, e sua aliança com Excella e com a TRICELL permitiram a ele os fundos e recursos necessários para produzir o Uroboros.

Empresas e organizações relacionadas

EMPRESAS

Travis Trading – Empresa de comércio formada no século XVIII por Thomas Travis. Fazia grandes expedições a outros continentes buscando por mercadorias valiosas que pudessem ser comercializadas. No século XIX, Henry Travis chegou à África, onde encontrou uma série de metais e plantas raros. Os estudos desses materiais deu origem ao livro “Pesquisa da História Natural”, em que, entre outras coisas, Henry falava da flor Sonnentreppe.

Will Pharma – Empresa que se fortaleceu e começou a ganhar destaque após a queda da Umbrella. Fazia testes ilegais com uma vacina para o T-Vírus na Índia. Foi uma das responsáveis pelo incidente em Harvardville. Após o incidente, acabou sendo absorvida pela Tricell.

Umbrella Corporation – a maior responsável pelo desenvolvimento de BOWs e por ataques bioterrorista no final do século XX e início do XXI, foi desmascarada e teve suas atividades encerradas com o auxílio de algumas ações de Chris Redfield e Jill Valentine, que posteriormente se juntariam a BSAA.

ORGANIZAÇÕES

Consórcio Farmacêutico Global – Conglomerado de industrias farmacêuticas de todo o mundo, que tinham na Umbrella a sua grande representante e maior força. Depois da queda da empresa de Spencer, a TRICELL passou a ser o principal membro, tanto em poder, quanto em influência e financeiramente.

F.B.C. – orgão anti-bioterrorista comandado por Morgan Landsdale que foi em grande parte absorvido pela BSAA após o incidente em Terragrigia. Teve ligação com a Tricell, onde Morgan Landsdale, presidente da organização, abandonou três navios de cruzeiro para servirem de campo de testes para BOWs do T-Abyss a pedido de Excella.

B.S.A.A. (Bioterrorism Security Assessment Alliance) – Aliança formada para combater o bio-terrorismo ao redor do mundo. Teve seu surgimento após o fim da Umbrella, quando o Consórcio Farmacêutico Global se alia a diversos governantes do mundo para combater a crescente onda de relatos de armas virais caindo no mercado negro. Chris Redfield e Jill Valentine foram dois dos membros fundadores da organização, que conta com nomes como Sheva Alomar, Josh Stone e Piers Nivans. No seu início, a TRICELL era a principal financiadora das ações da BSAA, fazendo com que as ivnestigações e intervenções passassem sempre longe das atividades ilegais da empresa farmacêutica.

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.