FANDOM


"Eu me tornaria um deus! Criando um mundo novo, com uma raça avançada de seres humanos ..."
— Spencer para Albert Wesker, pouco antes da morte dele.

Dr. Oswell E. Spencer foi um dos fundadores da Umbrella Corporation, e utilizou todos os meios possíveis para passar por cima de seus dois sócios fundadores – James Marcus e Edward Ashford, a fim de reter todo o poder para si. Esta, aliás, era uma das principais características de Spencer: o desejo pelo poder a qualquer custo.

Spencer acreditava que era uma espécie de “escolhido” e por isso passou sua vida inteira focado em planos para desenvolver algum agente que fosse capaz de conceder-lhe a imortalidade, tornando-o verdadeiramente um Deus.

O Projeto W é o maior expoente disso, uma vez que todas suas atitudes tem como objetivo, auxiliar de alguma forma aquele que fora o projeto de sua vida. Spencer foi, além de uma mente brilhante, um homem extremamente frio e calculista.

Tais características fizeram com que quase sempre ele tivesse o controle da situação, mesmo quando parecia que tudo estava dando errado em seus planos, Spencer tinha o controle e estava sempre um passo a frente de todos que o cercavam, tornando tudo e todos apenas peças que eram movidas conforme fosse mais conveniente para a concretização de seus planos.

Passado obscuro

Ozwell Spencer nasceu em 1931 em uma tradicional família pertencente a aristocracia britânica e fora isso, pouco se sabe a respeito de sua vida até o início da década de 1960. Nesse período, os poucos registros existentes são de seu mordomo Patrick, uma vez que sua família começou a servir a família Spencer ainda no século XIX, Patrick por sua vez começou a ser treinado para servir Ozwell na década de 1950, e foi seu mordomo até o fim da vida.

É sabido também, que o Projeto W – começou a ser ambicionado por Spencer nesse período, provavelmente entre o fim da década de 1950 e o início da década de 1960, porém não é possível precisar uma data para o início do projeto.

A Queda de Spencer

Com o fim de Raccoon e os problemas financeiros, a Umbrella viu a necessidade de estabelecer uma nova base para experiências e produção de BOWs, e o local escolhido para isso foi a região do Cáucaso, na Rússia. Sergei Vladmir foi colocado a frente da base da Umbrella no local, e Spencer depositava todas as fichas para reerguer a Umbrella no sucesso do projeto T-A.L.O.S.

A arma biológica mais avançada já criada pela Umbrella que consistia em um Tyrant revestido com uma armadura praticamente intransponível, e com o seu sistema nervoso ligado e controlado pelo supercomputador Red Queen, o que permitia que a criatura usasse diferentes estratégias de batalha de acordo com o inimigo que enfrentava, além de portar diversas armas pesadas. Além disso, o UMF-013 também havia sido instalado no complexo.

O projeto T-A.L.O.S. teria sido um sucesso não fosse pela interferência do vilão Albert Wesker, além de Jill Valentine, Chris Redfield. A dupla de sobreviventes foi enviada em fevereiro de 2003 para a região para investigar um “acidente” que liberou T-Vírus em uma vila. Os dois faziam parte de uma organização anti-bioterrorista privada, o embrião da futura fundação da B.S.A.A.

Ao chegar a região do Cáucaso, a dupla descobre que perto da vila onde eles estavam existia a base de produção do T-A.L.O.S., e ao encontrarem com Albert Wesker tiveram a certeza que o vazamento do T-Vírus não fora um simples acidente. Wesker se aproveitou da presença de Chris e Jill para se infiltrar na base da Umbrella sem ser notado, uma vez que as atenções do sistema de defesa e de Sergei Vladmir estavam voltadas para a dupla.

Apesar de entrar sorrateiramente no local, Sergei fica sabendo da presença de Wesker, e ao atestar que a instalação da Umbrella está comprometida, ele decide destruir o local mas antes disso ativa o T-A.L.O.S. assim que Chris e Jill chegam a sala onde a BOW era mantida. Apesar da expertise da BOW controlada pela Red Queen, a dupla conseguem derrotar a BOW e escapa do complexo pouco antes de sua destruição.

Perto dali, após derrotar os dois Ivans (Tyrants que eram guarda-costas de Sergei), Wesker passa pelo mecanismo de defesa laser do complexo, e fica sabendo de Sergei que ele ativou a Red Queen no dia do incidente da Mansão a mando de Spencer para impedir que Wesker tivesse acesso ao UMF-013.

Para enfrentar Wesker Sergei se injeta com o T-Vírus transformando-se em uma BOW poderosíssima, mas não foi o suficiente para impedir Wesker, que o derrotou e após isso copiou todos os dados contidos no UMF-013 e formatou o disco rígido do computador, apagando todos os dados de pesquisa da Umbrella e deixando a empresa e Spencer, sem condições de se reerguer.

Não contente com isso, algum tempo depois Wesker ainda revelou informações obtidas no UMF-013 durante o julgamento da Umbrella, incriminado-a definitivamente no caso do incidente de Raccoon City. A empresa já vinha sofrendo, pois pouco tempo antes de Wesker revelar as informações, a Umbrella vinha enfrentando acusações de ser a responsável pelo incidente em Raccoon e também de produzir BOWs de forma ilegal.

A ação de Wesker foi o ponto culminante, resultando na condenação da Umbrella que se viu abandonada por todos seus antigos aliados, entre eles, diversas empresas farmacêuticas ao redor do mundo e o próprio governo dos EUA, que articularam manobras para que sua ligação com a Umbrella não fosse revelada, mantendo-o alheio a culpa no incidente de Raccoon.

Com o fim da Umbrella, Spencer manteve-se recluso em sua propridade na Europa, onde conta com a ajuda de Patrick, seu fiel mordomo. A última esperança de Spencer é a que a outra Wesker Children viva – Alex Wesker, consiga avanços na pesquisa para criar uma forma de tornar Spencer imortal, porém, até mesmo Alex que se manteve ao lado do ex-mandatário da Umbrella até aquele momento, deixa Spencer desaparecendo sem deixar pistas.

Morte

Muito velho e preso a uma cadeira de rodas, em 2006 Spencer confidenciou a Patrick que desejava que Albert Wesker o encontrasse. Spencer desejava ao menos ter uma conversa esclarecedora com o seu ex-pupilo e eterna criação. Para tornar o desejo de Spencer realidade, Patrick informou seu paradeiro a Ricardo Irving, um negociador de BOWs que tinha ligações com Wesker. Alguns meses depois, em agosto daquele ano, Wesker foi até o local informado a ele por Ricardo Irving.

Enquanto Chris e Jill atravessam as armadilhas da mansão, Wesker chega ao escritório de Spencer que não se mostra surpreso com a presença de Wesker no local. Em uma conversa franca, Spencer revela a Wesker que o desenvolvimento de BOW era apenas uma fachada para mascarar o verdadeiro projeto da vida de Spencer, o Projeto W.

Spencer conta a Wesker que ele era uma das crianças selecionadas para o projeto, que visava desenvolver o potencial dessas crianças ao máximo, para que houvesse condições para criar uma forma de tornar Spencer imortal, e ao lado de seus Weskers e de toda uma raça de super seres-humanos, ele seria um novo Deus para a humanidade. Após ouvir os planos de Spencer, Wesker desfere um golpe em Spencer, e enquanto o velho agoniza, ele diz que o direito de ser um Deus, agora pertence a ele graças ao projeto Uroboros.

Referências

Interferência de bloqueador de anúncios detectada!


A Wikia é um site grátis que ganha dinheiro com publicidade. Nós temos uma experiência modificada para leitores usando bloqueadores de anúncios

A Wikia não é acessível se você fez outras modificações. Remova o bloqueador de anúncios personalizado para que a página carregue como esperado.